História

A Jayme da Costa, desde a sua fundação em 1916, foi sempre uma das mais conceituadas empresas no ramo da engenharia, construção de equipamentos eléctricos e instalações de baixa e média tensão. Simultaneamente complementava a sua actividade como representante e distribuidora das mais importantes firmas internacionais do sector.

É hoje um nome incontornável em alguns domínios do sector, graças à sua “imagem de marca” e à qualidade dos seus produtos e serviços.
Contribuiu grandemente para a electrificação do país e para a modernização industrial de Portugal, tendo em conjunto com a EDP-Electriciade de Portugal e com a DGGE, definido muitos dos procedimentos e das normas em vigor.
No final dos anos 90 deu-se inicio a uma nova fase da Jayme da Costa e à renovação da equipa de gestão que aportou novas mentalidades e métodos de trabalho. Esta estratégia tem permitido à empresa competir com as grandes multinacionais do sector e expandir a sua actividade a outras áreas de negócio complementares, quer por desenvolvimento próprio quer por aquisição/criação de outras empresas, tendo hoje o Grupo o controlo de oito empreas em Portugal e no estrangeiro, sendo um dos maiores grupos nacionais no sector.
Possui a sua sede e uma unidade fabril em Grijó, próxima do Porto. Trata-se de uma fábrica moderna de construção recente, com uma área de 5.000 m2, incluindo 1.600m2 de escritórios.
A fábrica está instalada em terreno próprio com cerca de 30.000m2, com acessos rodoviários directos à Estrada EN1 e à Auto-estrada A1.